a

Lorem ipsum dolor sit amet, conse ctetur adip elit, pellentesque turpis.

Image Alt

Amizades virtuais podem ser saudáveis?

Para muitos pais e responsáveis, a hipótese de seus filhos estabelecerem amizades virtuais na internet é causa de preocupação. Contudo, proibir, definitivamente, não é o caminho. Com a facilidade de comunicação proporcionada pela internet, cada vez se torna mais fácil, seja por meio de aplicativos, games ou chats, os (jovens) usuários interagirem uns com os outros e criarem laços de amizade e afetividade inicialmente pelos meios digitais, inclusive, em muitos casos, migrando tais relações do campo virtual, para o mundo real. Nesse cenário, dificilmente será possível se impedir que os pequenos, em algum momento, estabeleçam relações de amizade por meios virtuais.

Assim, é imprescindível que os pais e responsáveis alertem os pequenos usuários sobre os perigos existências nas relações virtuais. Principalmente porque nem sempre as informações e fotos compartilhadas pelos usuários na web correspondem à realidade no mundo analógico, e o aparente anonimato proporcionado pelo meio encoraja pessoas mal intencionadas a atuarem, sobretudo em face dos menores, por serem mais vulneráveis e ingênuos. É de suma importância que se fiscalize e monitore a vida virtual dos pequenos, assim como no meio analógico, isto porque, mais do que um direito, é um dever dos pais e responsáveis, zelar pela segurança, desenvolvimento e proteção ao menor.

 

Veja a matéria completa.